LIVROS »  Detalhes »

A casa que amei


Tatiana de Rosnay

Ficção

ISBN: 9788581050836

Lançamento: 02/07/2012

Formato: 14,5 x 21

Peso: 287 gramas

224 páginas

Preço: R$ 37,90

COMPRAR »

Você encontra este livro nas livrarias abaixo:

Faça o download da capa em alta resolução

Leia um trecho do livro em PDF

Da autora de A Chave de Sarah

Paris, 1860. Centenas de casas estão sendo demolidas e bairros inteiros reduzidos a pó. Por ordem do imperador Napoleão III, o Barão de Haussmann dá início a uma série de renovações que alteram para sempre a cara da antiga capital. As reformas apagam a história de gerações, mas, em meio ao tumulto, uma mulher resiste.

Rose Bazelet é uma viúva parisiense há anos de luto pela morte do marido. Mesmo assim, mantém uma vida movimentada, com amigos e uma rotina que a satisfaz. Quando sua casa é posta na linha de destruição pela modernização parisiense, ela se desespera e não se conforma. Ela está determinada a lutar até as últimas consequências contra a derrubada de sua casa, que guarda tantas lembranças de sua família.

Enquanto outros moradores fogem, Rose se recusa a sair e inventa histórias para despistar os amigos, se escondendo no porão da casa. Sua única companhia é Gilbert, um maltrapilho que a visita e lhe traz comida. Numa tentativa de superar a solidão do dia a dia, ela começa a escrever cartas a Armand, seu marido já falecido. À medida que mergulha nas lembranças, em meio às ruínas, Rose é obrigada a enfrentar um segredo que esconde há trinta anos.

Conforme o dia da demolição se aproxima, seus relatos ficam mais comoventes e surpreendentes. Enquanto enfrenta o passado, ela também tem que lidar com os sentimentos conflitantes que nutre pelos filhos. Com Violette, sua filha mais velha, tem um relacionamento distante. Baptiste, por outro lado, é um filho que ama intensamente, mas que lhe deixou feridas difíceis de serem superadas.

Tatiana de Rosnay pinta em A casa que amei um vívido quadro da Paris de 1860, dando movimento às ruas, às casas e aos moradores. E, através de cada carta escrita por Rose, constrói uma protagonista incrivelmente forte que se recusa a abrir mão do último elo que a une à sua família. É a história da força inabalável de uma mulher e uma ode a Paris, onde as casas abrigam não apenas os sentimentos de seus moradores, mas também segredos guardados a sete chaves.

Outros Livros deste Gênero

> Boa Tarde às Coisas Aqui em Baixo ( António Lobo Antunes )

> O incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação ( Haruki Murakami )

> Maré voraz ( Amitav Ghosh )

> Cabeças-de-Bagre também merecem o paraíso, Os ( José Roberto Torero )

> Cidade de ladrões - Edição de bolso ( David Benioff )



INTERATIVAS »


Últimas interativas »

Dona Hermínia fala sobre seu novo livro

Dona Hermínia fala sobre seu novo livro

Minha mãe é uma peça, agora em livro e com histórias inéditas de Dona Hermínia.

Luis Fernando Verissimo no Jô Soares

Luis Fernando Verissimo no Jô Soares

Luis Fernando Verissimo foi convidado de Jô Soares para falar sobre "Em algum lugar do paraíso", seu novo livro de crônicas inéditas.

Booktrailer LIVRE

Booktrailer LIVRE

A autora de LIVRE compartilha as fotos que marcaram sua vida. 



EDITORA OBJETIVA

Praça Floriano, 19 - 30º andar. CEP: 20031-050
Tel: +55 21 3993-7510

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber nossa newsletter e participar de promoções exclusivas

reformulação 2011